29 de maio de 2017 em Dicas, Diversão, Turismo

Melhores livros de viagem escritos por mulheres

Le Jardin Caldas Novas

Voltamos a falar sobre literatura com temática de viagem e dessa vez escolhemos somente autoras. Fizemos isso para poder mostrar o talento e a coragem incansável de 12 mulheres.

Essas mulheres enfrentaram perigos e situações muito difíceis para conseguirem alcançar seus objetivos de vida. Para melhorar, elas ainda escrevem muito bem e conseguiram passar através das palavras um pouco de suas conquistas.

Alguns livros estão com títulos em espanhol e em inglês. Isso aconteceu porque ainda não conseguimos encontrar a versão em português. Se você souber ou tiver acesso a essas versões, nos ajude deixando seu comentário no fim do post.

 

Livro de Viagem #1 – A Nômade – Os Diários de Isabelle Eberhardt

Foto: 360 Meridianos

Um dos poucos registros encontrados dessa guerreira 

 

Essa com certeza é uma das mais icônicas da lista. Ela viveu no século 19 e precisou enfrentar toda a família para se impor e mostrar suas vontades e sentimentos.

Ela se vestia de homem e acabou saindo de casa para poder viajar o mundo, conhecer outras culturas e talvez encontrar um lugar onde poderia viver em paz. Ela se mudou para a Algéria e começou a se passar como um homem para conseguir sobreviver àquela realidade.

Isabelle Eberhardt faleceu aos 27 anos, mas deixou diversos relatos de suas viagens pelo deserto do Saara. Isabelle se mostrava totalmente contra a colonização européia na África e deixa isso bem claro em seus relatos.

 

Livro de Viagem #2 – Destemida – Jessica Watson

Foto: Você é Tão Livro

Medo realmente era algo inexistente na vida dessa garota 

 

Jessica aprendeu a velejar aos 8 anos e descobriu na vela uma paixão incrível. Quanto mais velha foi ficando, mais aumentava a vontade de viajar em alto mar e conhecer outros lugares e realidades.

Aos 16 anos ela foi a pessoa mais jovem a dar uma volta ao mundo, viajando sozinha, sem ajuda e sem paradas. Ela percorreu mais 20.000 milhas náuticas e ficou por 210 dias velejando e conhecendo os mares do mundo todo.

Neste livro, ela conta sobre como se apaixonou pelo mar, fala das aventuras de sua grande viagem e quais foram as consequências originadas dessa jornada. Garra e força de vontade definem bem essa jovem.

 

Livro de Viagem #3 – Full Tilt – Dervla Murphy

 Foto: Hilary Bradt

Dervla (direita) com sua amiga Hilary em uma de suas inúmeras viagens

 

Dervla ganhou sua primeira bicicleta aos 10 anos e decidiu que algum dia viajaria para a Índia. Depois de 21 anos ela finalmente conseguiu fazer essa viagem e passou por outros lugares (Pérsia, Afeganistão e Paquistão) antes de finalizar a jornada na Índia.

Lidou com muitas adversidades, mas em nenhum momento pensou em desistir. Nesse livro ela conta todas as aventuras (como enfrentar e matar alguns lobos no caminho) desta viagem.

Muitos outros livros e histórias foram lançadas depois. Ela viajou pela Sibéria, Marrocos, Romênia, Laos e mais um monte de países. Todas essas viagens sempre foram seguidas de bons livros e histórias. Hoje ela tem 86 anos.

 

Livro de Viagem #4 – A field guide to getting lost – Rebecca Solnit

Foto: Sams Book Shelf

Uma escritora de mão cheia com mais de 20 livros lançados até hoje

 

Essa mulher tem uma bagagem e tanto na carreira como escritora. Ela tem 55 anos e escreve a cada dois meses na revista Harper´s Magazine sobre diversos assuntos (política, arte, sustentabilidade). Sua coluna chama Easy Chair.

Essa não é uma história autobiográfica como as anteriores, mas não deixa de ser interessante. No livro ela conta a história de um grupo de viajantes americanos do século 19 que precisaram enfrentar vários obstáculos em busca de ouro.

Outras histórias são contadas sempre com o foco em mostrar como cada lugar pode mudar sua vida e seu caminho de várias formas diferentes. Seus textos são bem profundos e com certeza valem muito a pena ler.

 

Livro de Viagem #5 – West with the Night – Beryl Markham

 Foto: Mundo Flaneur

Beryl ao lado de seu único companheiro de viagem, o seu avião

 

Mais uma história de coragem contada nesse livro. Beryl era uma britânica criada no Quênia e tinha um sonho: cruzar sozinha o Oceano Atlântico de leste a oeste (caminho inverso de Amelia Earhart) a bordo de um avião.

Beryl não só conseguiu realizar esse feito incrível como o colocou em palavras neste ótimo livro. Um detalhe bem interessante e, que pouca gente sabe, (Ernest Hemingway disse uma vez estar envergonhado de se dizer escritor depois de ler o livro dela). Um elogio e tanto vindo de um dos maiores escritores da história.

 

Livro de Viagem #6 – El síndrome de Paris – Aniko Villalba

 Foto: Mundo Flaneur

Dois de seus cinco livros já lançados em sua ainda pequena carreira como escritora

 

A autora perdeu uma amiga de forma inesperada e resolveu partir para uma viagem ao redor do globo. Durante essa viagem ela conheceu diferentes pessoas e ouviu diferentes histórias. Porém uma especial lhe chamou a atenção.

Ela ouviu de um motorista de ônibus sobre a Síndrome de Paris (transtorno psicológico transitório que afeta japoneses em sua primeira visita à cidade). Eles criam muitas expectativas e acabam chocados com a realidade quando chegam lá.

E nesse livro ela trata exatamente dessa dificuldade de levar a vida de viajante como um estilo de vida. Ela tem um blog onde fala sobre nomadismo digital e dicas de viagens em geral.

 

Livro de Viagem #7 – Almost Somewhere – Suzanne Roberts

 Foto: Rolf Potts

A mais do que corajosa Suzanne nos dias de hoje

 

Em 1993, Suzanne resolveu partir em uma viagem com duas amigas pela John Muir Trail (uma trilha de longa distância na Serra Nevada – Califórnia). Ela tinha acabado de se formar na faculdade e quis fazer uma viagem de autoconhecimento antes de enfrentar o mundo.

Nesse livro ela conta histórias que aconteceram com elas durante o percurso. Teve de tudo um pouco. Enfrentaram ursos, tiveram seus equipamentos quebrados, correram de homens bizarros, dentre várias outras coisas.

Mas durante essa jornada elas também descobriram a importância do companheirismo e da força das mulheres ao enfrentar as dificuldades.

 

Livro de Viagem #8 – Queria ter ficado mais

 Foto: Eva Uviedo

Uma coletânea muito interessantes sobre viagens e amizades

 

A editora Lote 42 criou essa incrível coletânea com depoimentos de várias mulheres viajantes. A ideia surgiu da cabeça de Cecília Arbolave, uma das sócias da editora. Formada em jornalismo, Cecília sempre se interessou pelo mundo da literatura.

Após ouvir os relatos de viagens das amigas, ela acabou pensando em montar essa coletânea. Os textos são escritos por mulheres viajantes no formato de carta. Seria como se elas estivessem escrevendo para um amigo distante.

Têm histórias de vários lugares do mundo como Londres, Buenos Aires, Tóquio, Berlim, Nova York e mais um monte. Um emaranhado de experiências e visões bem diferentes.

 

Livro de Viagem #9 – Portas Abertas – Aline Campbell

 Foto: Novo Centro Lapa

Para que dinheiro quando se tem coragem de sobra?

 

Já pensou em viajar sem nenhum centavo no bolso e só com uma mochila nas costas? Ainda não? Aline não só pensou como vivenciou essa história. Aos 24 anos ela partiu em uma viagem inesquecível.

Ela pegou carona, dormiu na casa de estranhos, pediu comida em outros lugares. Sua vontade era mostrar a importância das pessoas, dos encontros e as histórias que vivenciamos nas viagens.

Ela organizou neste livro todas as suas histórias durante essa louca jornada. Uma visão bem diferente das viagens.

 

Livro de Viagem #10 – Six months in the Sandwich Islands – Isabella Bird

 Foto: Joe Mazza Photography

Uma das fotos tiradas por Isabella em sua viagem pelo Havaí

 

Isabella passou toda a sua vida viajando e acumulando diferentes experiências. Neste livro ela conta especificamente a sua jornada nas ilhas do Havaí. Durante o tempo que passou lá, ela conversou com nobres, missionários e moradores nativos.

Ela tinha o costume de escrever cartas para a sua irmã. Escrevia sobre a realidade do lugar e de como ela lidava com os diferentes costumes. Foram 31 cartas que acabaram sendo transformadas nesse livro. Dizem ser um dos mais ricos e incríveis relatos sobre o arquipélago.

 

Livro de Viagem #11 – Four Corners – Kira Salak

 Foto: Alchetron

A corajosa Kira em mais uma de suas inúmeras aventuras à céu aberto

 

Essa é uma aventureira de mão cheia. Totalmente sozinha, Kira atravessou as áreas mais remotas de Papua Nova Guiné. Ela fez o caminho a pé e de canoa em alguns momentos.

Ela chegou a se hospedar em vilas onde o canibalismo ainda é praticado, visitou curandeiros e ainda fez amizade com um dos líderes da guerrilha Papua Livre (lutam contra a ocupação indonésia).

O New York Times chegou a chamá-la de Lara Croft (personagem aventureira de jogos de vídeogame) da vida real.

 

Livro de Viagem #12 – Trilhas – Robyn Davidson

 Foto: Clube da Mancha

Robyn acompanhada seu camelos em sua jornada pelo deserto na Austrália

 

Robyn tomou coragem e partiu em uma aventura no deserto australiano com quatro camelos e sua cadelinha de estimação. Ela precisou aprender a se virar sozinha e conseguiu mesmo passando por um monte de desafios.

Ela aprendeu como se proteger do sol, como lidar com a sede e a lutar com cobras e homens perigosos. Robyn conheceu muito sobre a cultura aborígene (nativos) e deu fim em muitos de seus preconceitos.

O livro com as histórias dessa viagem foi adaptado para o cinema em 2013 com a atriz Mia Wasikowska no papel da protagonista.

 

Histórias de superação, diferentes aventuras e força de vontade. Pode colocar a lista no papel e começar a ler o quanto antes. Entretenimento, inclusive, para as horas de espera no aeroporto ou durante a viagem mesmo.

Que tal fazer o download do nosso Guia Turístico de Caldas Novas? É só acessar o link abaixo e fazer o seu cadastro. Boa viagem!

 

 

Com informações de 360 Meridianos, Viaje Aqui, Catraca Livre e Nômades Digitais

Posts relacionados

2017 © HPO Adminstradora de Clubes e Hoteis LTDA – 33.324.195/0002-65

Desenvolvido por