27 de julho de 2017 em Dicas, Diversão, Roteiros, Sem categoria, Turismo
270

5 lugares para visitar em Roma

Alisson Borges

Um lugar que acumula tanta história como Roma deve ser apreciado com cuidado e preparação prévia. Não é por acaso que a capital da Itália está em quase todas as listas de pontos turísticos mundiais e roteiros de viagem para a Europa que se encontra por aí.

Se você procura por um compilado breve, porém certeiro, com sugestões de lugares para visitar nessa cidade ancestral, você veio ao lugar certo. As dicas a seguir vão enriquecer sua viagem e tornar sua estadia em Roma ainda mais especial.

Assine nossa newslettter e não perca nenhum post dessa série com dicas de lugares para visitar nos pontos turísticos mais badalados ao redor do mundo. Sem mais delongas, começa aqui a lista.

 

Basílica de São Pedro

Fonte: Touristico

Um lugar para visitar pelo menos uma vez na vida

 

A primeira integrante do compilado é atualmente a segunda maior de todas as igrejas católicas do mundo e, provavelmente, a mais famosa e visitada. Ela cobre uma área de 23000 m² e pode comportar mais de 60 mil pessoas.

O prédio original foi erguido por ordem do imperador Constantino por volta de 319 d.C., sobre o local onde foi sepultado o apóstolo Pedro. O gesto serviu como uma espécie de memorial e também como confirmação dos acontecimentos previstos nas santas escrituras.

A estrutura atual concentra o melhor da arquitetura renascentista e barroca. Dentre alguns dos pontos de visita obrigatórios dentro da Basílica, se destaca a Cúpula de São Pedro.

Ela foi projetada por Michelangelo, pesa 39.000 toneladas, tem 21 metros de raio, e representa a parte da Cidade do Vaticano com maior elevação geográfica.

Fontana di Trevi

Fonte: Relais Fontana di Trevi

Um desejo para ser realizado: ir a Fontana de Trevi

 

A próxima dica da lista é um lugar que possui uma história curiosa a respeito de sua criação. Segundo a tradição romana, a Fontana di Trevi foi criada pelo imperador Augustus para marcar o fim de um longo aqueduto, com mais de 22km de comprimento e que ligaria Roma a uma misteriosa fonte de águas virgens.

O canal terminava em uma intersecção de três ruas, formando o desenho de  um trevo. Foi daí que veio o nome Fontana di Trevi. Hoje porém, as pessoas que vão a fonte não o fazem por causa de sua água, mas sim para fazer pedidos.

Os turistas que visitam a fonte jogam moedas dentro dela diariamente, chegando a somar aproximadamente 2 mil euros por dia. Todos os valores depositados no fundo da fonte são recolhidos esporadicamente e doados para a caridade.

 

Capela Sistina

Fonte: Deixa de Frescura!

Pode levar um dia inteiro para apreciar cada detalhe das pinturas no teto

 

A terceira sugestão da lista abriga outra obra do gênio Michelangelo. Atraindo mais de 5 milhões de visitantes por ano, a Capela Sistina representa uma das ações mais palpáveis da Igreja Católica em favor da arte. Foi o esforço conjunto do grande pintor/escultor com o Papa Júlio II.

Essa bela estrutura apresenta as exatas dimensões do soberbo Templo de Salomão, de acordo com os dados encontrados no Velho Testamento. São 40,93 metros de comprimento, 13,41 metros de largura e 20,70 metros de altura.

Outro fato interessante: a pintura nunca foi um dos pontos fortes de Michelangelo. Embora ele tenha sido responsável pelas magistrais imagens que decoram o teto da atração turística, o artista sentia-se mais à vontade expressando sua arte por meio de maravilhosas esculturas de pedra.

 

O Coliseu

Fonte: Mundo Estranho

O estádio mais famoso da antiguidade

 

É possivelmente a atração mais famosa da lista, e que estampa a maioria dos cartões postais que são enviados pelos turistas de Roma para suas famílias e amigos. Coliseu, do latim, significa “grande” ou “colossal”, adjetivos que podem ser aplicados tanto a sua estatura física quando a sua fama entre os visitantes da capital.

O ousado projeto arquitetônico por trás do Coliseu tinha como objetivo criar um espaço de entretenimento para todo o povo de Roma sobre governo de Flávio Vespasiano, em 72 d.C. Sua principal utilidade era ser palco para grandes batalhas entre gladiadores. Nela também aconteciam encenações de guerras famosas da antiguidade.

Se quiser visitar o Coliseu, terá que pagar um taxa de 12 euros. Isso te dá direito a conhecer por dentro não só o grande estádio romano, mas também o Fórum (que comentarei a seguir) e o Palatino. Cidadãos da União Europeia pagam meia entrada e, se forem menores de 17 ou maiores de 65 anos, entram sem pagar nada.

 

O Fórum Romano

Fonte: Wikipedia

Um sitio arqueológico que é impossível ignorar

 

Para finalizar, trago mais um local carregado de história e tradição. Assim como a Acrópole Grega, o Fórum foi por muitos séculos o centro da vida pública romana. Nele eram promovidas as eleições, discursos políticos, julgamentos e até mesmo confrontos entre gladiadores!

O Fórum fica posicionado entre os montes Palatino e Capitolino, e hoje constitui um importante sítio arqueológico, com uma vasta quantidade de ruínas históricas espalhadas por todo o vale.

Dentre esses lugares, destaco o Comitium. Ele servia como espaço de discussão entre os legisladores e senadores de Roma, onde eles se revesavam para falar seus discursos calorosos em uma plataforma denominada Rostra.

Então é isso. Quando estiver em Roma já vai saber o que fazer e onde visitar. Se você tiver alguma outra sugestão de lugar para conhecer na capital Italiana, pode me informar na sessão de comentários. Até o próximo artigo!

 

Que tal fazer o download do nosso Guia Definitivo para o Evento Perfeito para poder produzir os melhores e mais organizados eventos? É só acessar o link abaixo e fazer o seu cadastro.

Com informações de Melhores Destinos, TripAdvisor, Wikpedia, Dicas da Itália, Próxima Trip, Exame, Viajando Bem Barato, Ideias na Mala, Viaje na Viagem, Viajem na Itália, Curiosidades Católicas, Em Roma, Huffpost Brasil, Post Italy, Guia dos Curiosos, Arte e Arquitetura e Milhas a Percorrer.

 

Posts relacionados

2017 © HPO Adminstradora de Clubes e Hoteis LTDA – 33.324.195/0002-65

Desenvolvido por