10 de agosto de 2017 em Dicas, Diversão, Roteiros, Sem categoria, Turismo
263

5 atrações para visitar em Berlim

Alisson Borges

A capital da Alemanha é o tema da vez aqui no Blog de Viagens Le Jardin. Se estiver passando alguns dias por Berlim, considere-se com sorte. Você tem a oportunidade de conhecer vários lugares que marcaram a história não só do país, mas de toda a Europa.

Dentre as várias características da capital alemã, a que primeiro salta os olhos é a sua organização. Berlim é muito limpa, e o serviço público de transporte funciona de forma esplêndida. É paixão à primeira visita para qualquer pessoa com mania de arrumação.

Nessa lista irei apresentar alguns lugares que não podem ficar de fora do seu roteiro quando estiver conhecendo a cidade. Berlim apresenta ambientes bastante cosmopolitas, mas ao mesmo tempo carrega um ar de tranquilidade que dificilmente vemos em metrópoles.

 

Alexanderplatz

Fonte: Reaclub.ru

Agrega boa parte do polo comercial do município

 

A primeira dica diz respeito a um lugar que tem papel central no cotidiano Berlinense. Alexanderplatz é uma das maiores praças da cidade. Além de ter sido usada como cenário para vários filmes, o ponto turístico agrega boa parte do polo comercial do município.

Se você gosta de ofertas e não perde a oportunidade de fazer umas comprinhas em cada lugar que visita, então vai sentir uma atração especial pela Alexanderplatz, que abriga em seu entorno grandes lojas de departamentos, como a Saturn e a Galeria Kaufhof.

Além das lojas, há dois pontos da praça que merecem sua atenção. São eles: o Urania-Weltzeituhr, um grande relógio que registra as horas das principais cidades dos mundo, e a Fonte da Amizade Internacional, uma estrutura com 23 metros de diâmetro que foi construída na década de 70 durante a remodelação da praça.

 

Pergamonmuseum

Fonte: Staatliche Museen zu Berlin

Dentro desse único museu podemos encontrar outros três ambientes incríveis

 

Vamos falar agora de um museu que não pode ficar de fora do seu passeio. Localizado no agrupamento de prédios conhecido literalmente como Ilha dos Museus, fica o Museu de Pérgamo.

Projetado por Alfred Messel e Ludwig Hoffmann, o museu é organizado em três seções distintas: a Coleção de Antiguidades Clássicas, o Museu do Antigo Oriente Médio e o Museu de Arte Islâmica. Em outras palavras, dentro desse único museu podemos encontrar outros três ambientes incríveis.

Para conhecer todas as áreas do Museu de Pérgamo, você tem que pagar uma única taxa de 15 euros. Um fato curioso: a chanceler Angela Merkel, a pessoa com maior autoridade na Alemanha, mora com seu marido em um modesto prédio que fica em frente ao museu.

 

Potsdamer Platz

Fonte: TripAdvisor

Foi parcialmente destruída na Segunda Guerra Mundial

 

Outra praça de Berlim que acabou virando cartão postal. Como vários outros pontos espalhados pela cidade, a Potsdamer Platz foi parcialmente destruída na Segunda Guerra Mundial.

Sua reforma trouxe a atenção de vários investidores e hoje sua paisagem é marcada por grandes e modernos prédios comerciais. Um deles é o Sony Center, um grande complexo contendo lojas de departamento, restaurantes, salas de escritório e até cinema.

Não muito longe desse lugar badalado, repousam os restos do Muro de Berlim. Uma eterna exposição chamada Topografia do Terror apresenta alguns trechos da infame construção que ainda está de pé. Essa área se tornou um dos pontos mais visitados da cidade por causa disso.

 

Portão de Brandemburgo

Fonte: Ligonier Tours

Um dos maiores símbolos de paz e união entre os países da Europa

 

Vinte e seis metros de altura, onze de profundidade e sessenta e cinco de largura. Essas são as dimensões do monumento mais importante de Berlim. O Portão de Brandemburgo já foi usado literalmente como a “porta” da cidade e hoje serve como um dos maiores símbolos de paz e união entre os países da Europa.

Lembrando as construções gregas da antiguidade, com seu estilo neoclássico, o portão é o queridinho de todo turista amante de fotografia. Tanto de dia quanto de noite, o local é frequentado por uma multidão de pessoas que buscam registrar uma boa imagem deste “arco do triunfo” alemão.

Entretanto, a melhor época para visita-lo é durante o fim de ano. Todo Réveillon em Berlim é marcado pela queima de fogos e também pelos shows musicais que acontecem nas proximidades do portão.

 

Palácio do Reichstag

Fonte: chainbets.com

Foi palco de importantes maquinações políticas do partido nazista

 

Nesse prédio fica atualmente o parlamento federal da Alemanha. No passado porém, o Palácio do Reichstag foi palco de importantes maquinações políticas do partido nazista em sua escalada rumo ao controle do país.

Um misterioso incêndio quase destruiu o lugar em 27 de fevereiro de 1933. Adolf Hittler, recém-eleito Chanceler da Alemanha, atribuiu a autoria do incidente aos comunistas e fez disso seu principal argumento para ganhar mais e mais poder dentro do parlamento.

Somente em 1995 o palácio veio a ser restaurando completamente. Sua entrada é gratuita e a partir dele é possível ver os demais prédios que formam o sistema administrativo do país.

Não se esqueça de assinar nossa Newsletter para ficar por dentro dos melhores posts que saem por aqui, no Blog de Viagens do Le Jardin. E por favor, deixe suas sugestões de temas na sessão de comentário. Nos vemos na próxima!

Quer aproveitar todas as vantagens de se hospedar no Le Jardin Caldas Novas e pagar um preço reduzido? Você pode se hospedar conosco por sete dias e pagar por apenas cinco, com check-in em qualquer dia da semana. É só acessar o link abaixo e fazer o seu cadastro.

http://suites.lejardincaldasnovas.com.br/landing-page-baixa-temporada-agosto-setembro

Com informações de Próxima Trip, TripAdvisor, Wikpédia, Blog Vambora, Meus Roteiros de Viagem, Simplesmente Berlim, Dicas de Berlim, Viaje na Viagem, Viagem e Turismo, Jornada Kamoi, Agenda Berlim.

Posts relacionados

2017 © HPO Adminstradora de Clubes e Hoteis LTDA – 33.324.195/0002-65

Desenvolvido por