11 de agosto de 2017 em Dicas, Roteiros, Turismo
130

5 atrações para se encantar em Lisboa

Alisson Borges

Um lugar inesquecível, de fácil acesso e que vai tornar sua jornada pela Europa um pouco mais familiar. Estamos falando de Lisboa, capital do nosso antigo colonizador Portugal, ela é a cidade da vez aqui no Blog Le Jardin.

Lisboa é facilmente um dos lugares mais agradáveis de conhecer no velho continente, pois apresenta ótimas oportunidades de passeios culturais e gastronômicos, além da vantagem de usar uma língua em comum com a nossa.

Planeja passar um tempo em nossa pátria materna? Então cheque todos os cinco itens dessa incrível lista para não ficar perdido quando estiver passeando por essa grande cidade lusitana.

 

Alfama

Fonte: Bestguide

 A área urbana mais antiga de Lisboa

 

O primeiro da lista é um bairro que parece ter parado no tempo. O distrito de Alfama, que é a área urbana mais antiga de Lisboa, mescla até hoje a organização de ruas e prédios ao estilo medieval.

É um ótimo lugar para quem adora o clima de cidade pequena. Em Alfama, o interessante é passear livremente por suas curtas e labirínticas vielas e se deixar se perder entre os prédios residenciais, onde seus moradores ainda colocam roupas penduradas pra secar nas janelas.

Outro ponto que precisa ser visto em Alfama é o Castelo de São Jorge. Foi nele em que Dom Afonso Henriques, rei de Portugal, morou por muitos anos. Durante as sangrentas cruzadas, o monarca português comandou a tomada do forte das mãos do exército árabe e fez dele seu lar.

 

Praça do Comércio

Fonte: Wikimedia Commons

Uma das maiores praças de Europa

 

Também conhecida como Terreiro do Paço, o lugar contém 36.000 m² é uma das maiores praças de Europa. Depois do Castelo de São Jorge, o palácio que fica nessa praça serviria de morada para os reis do império português por quase duzentos anos.

Quem é fã de Fernando Pessoa ficará satisfeito em saber que em um dos edifícios da praça que está localizado o famoso café Martinho da Arcada. A loja é o estabelecimento mais antigo de Lisboa ainda em funcionamento e foi um dos lugares mais frequentados pelo brilhante escritor.

Venha ao fim da tarde para comer um pastel de nata no capricho enquanto aprecia o cenário marítimo da costa portuguesa. Garanto que será o ponto alto do seu dia.

 

Arco Triunfal da Rua Augusta

Fonte: Rentia

A obra simboliza a força e resiliência de uma Lisboa renascida

 

Quase todo país da Europa tem o seu monumento de orgulho à pátria. A França ostenta sua brilhante Torre Eiffel enquanto a Alemanha se vangloria com o imponente Portão de Brandemburgo. Aqui na terra do fado podemos contar com o Arco Triunfal da Rua Augusta.

É impossível passar por baixo dessa estrutura e não se maravilhar com os detalhes de sua execução. Na parte superior do arco, podemos contemplar as esculturas de Célestin Calmels, representando a figura da Glória coroando as personificações do Génio e o do Valor.

A obra simboliza a força e resiliência de uma Lisboa renascida após trágico terremoto que assolou a cidade em 1755. Desde 2013 tem sido possível subir até o topo do arco e vislumbrar com plenitude toda a paisagem da capital.

 

Palácio Chiado

Fonte: TravelModus

Uma atração no mínimo extravagante

 

Na Rua Alecrin da Baixa de Lisboa fica um edifício com mais de duzentos anos de história, que já foi lar de generais e barões da corte portuguesa e hoje funciona com um dos centros gastronômicos mais reconhecidos do continente.

Como o site do próprio lugar diz, o Palácio Chiado é uma atração no mínimo extravagante. Incluindo o bar que fica na entrada do prédio, ao todo são 8 espaços independentes destinados a servir diversos pratos da alta culinária mundial.

Não gosta de carne vermelha? Tudo bem, você pode curtir uma boa pratada de frutos do mar. Prefere um hambúrguer de lanche? Sem problemas, que tal um drink havaiano pra combinar? A variedade de cardápios é tão vasta que você pode levar um tempinho até decidir o que comer.

 

Elevador do Carmo

Fonte: Target donna

Essa estrutura de ferro e vidro começou a operar à base de vapor, quando foi inaugurada em 1902

 

Fechando a lista, apresento uma obra que compensa o relevo sinuoso de Lisboa ao ligar sua Cidade Baixa à Cidade Alta. O conjunto elevador-ponte foi batizado com o nome de Carmo por estar instalado entre a rua do Carmo e a rua do Ouro.

Elevando seus passageiros a mais de trinta metros – do nível mais baixo do solo – a estrutura de ferro e vidro começou a operar à base de vapor, quando foi inaugurada em 1902. Hoje o elevador funciona com eletricidade e é um dos cartões-postais mais visitados de Lisboa.

Sendo assim, a melhor oportunidade para usar o dispositivo é a noite, quando todo o seu exterior exibe um lindo sistema de iluminação, ainda reverenciando o padrão neogótico em que o elevador foi concebido.

 

Não se esqueça de assinar nossa Newsletter para ficar por dentro dos melhores posts que saem por aqui, no Blog de Viagens do Le Jardin. E por favor, deixe suas sugestões de temas na sessão de comentário. Nos vemos na próxima!

Quer aproveitar todas as vantagens de se hospedar no Le Jardin Caldas Novas e pagar um preço reduzido? Você pode se hospedar conosco por sete dias e pagar por apenas cinco, com check-in em qualquer dia da semana. É só acessar o link abaixo e fazer o seu cadastro.

http://suites.lejardincaldasnovas.com.br/landing-page-baixa-temporada-agosto-setembro

Com informações de Ideias na Mala, 360 Meridianos, Go To Portugal, Turistando com Malu, Viaje na Viagem, Preciso Viajar, Dicas de Lisboa, TripAdvisor, Wikpedia e Viajonários.

Posts relacionados

2017 © HPO Adminstradora de Clubes e Hoteis LTDA – 33.324.195/0002-65

Desenvolvido por