11 de outubro de 2017 em Cuidados, Dicas, Diversão, feriado em caldas novas, melhor época para viajar, o que levar na viagem, Sem categoria, Turismo
564

Dicas essenciais para viajar em família gastando pouco

Alisson Borges

Entre as muitas preocupações que surgem durante os preparativos de uma viagem em família, a maior delas provavelmente está relacionada aos gastos com transporte, alimentação, hospedagem, entre outros.

Para quem está no comando da situação, a ideia de sair de casa na companhia dos filhos, irmãos, pais ou cônjuges quase sempre vem ligada a previsões apocalípticas de despesas exorbitantes e muita dor de cabeça no final da viagem, quando chega a fatura de cartão de crédito.

Mas saiba você que é sim possível garantir uma experiência agradável para todos os membros da família (incluindo você) e ainda poder respirar aliviado na volta para casa, com a certeza de não precisar recorrer a empréstimos para cobrir seus débitos durante a viagem.

 

Pesquise antes de fazer as reservas

Fonte: Pires & Associados

Considere ainda fazer a viagem em períodos do ano em que a procura por hotéis seja menor, como em épocas de baixa temporada

 

Se você acompanha o blog há algum tempo, já deve ter notado o quanto valorizamos a pesquisa prévia de lugares de hospedagem. Esses detalhes costumam impactar consideravelmente o orçamento de qualquer viagem, sendo ela um evento familiar ou não.

Neste caso, reserve um bom tempo para navegar por sites de reservas, como Trivago, Booking e afins, na busca por ofertas interessantes. Considere ainda fazer a viagem em períodos do ano em que a procura por hotéis seja menor, como em épocas de baixa temporada.

Preparamos uma lista dedicada a mencionar várias sugestões de lugares aonde levar sua família durante a baixa temporada. Para conferir este artigo, é só clicar aqui.

 

Procure descontos em pacotes para a família

Fonte: Classroom | Synonym

Cheque plataformas como o TripAdvisor, que reúne tabelas de valores e até mesmo críticas dos locais, feitas pelos próprios viajantes

 

Vai viajar de avião? Dê preferência para companhias aéreas que oferecem descontos para crianças pequenas e idosos a partir de determinada idade. Por exemplo: algumas empresas cobram apenas 10% do valor total de uma passagem para crianças de até 2 anos.

Quando você chegar ao destino, continue usando essa estratégia. Em se tratando de transportes públicos, como trens, balsas e ônibus, é possível encontrar serviços que oferecem descontos para certas faixas etárias.

O mesmo vale para passeios culturais, como museus, bibliotecas e teatros. Para ficar por dentro dos preços de cada atração turística na cidade que estiver visitando, cheque plataformas como o TripAdvisor, que reúne tabelas de valores e até mesmo críticas dos locais, feitas pelos próprios viajantes.

 

Saiba dizer não

Fonte: Huffington Post

É essencial respeitar o que foi estipulado

 

Além de dedicar um tempo para planejar quanto será gasto para cada etapa da viagem, é essencial respeitar o que foi estipulado. Ou seja, é preciso saber dizer não às tentações que surgem no meio de caminho.

As crianças estão loucas para comprar lanches no aeroporto, mesmo tendo acabado de almoçar? Que pena! Elas vão ter que esperar até a hora certa do lanche ou até vocês encontrarem um local com preços mais em conta.

Para conhecer outros segredos da arte de viajar com crianças, acesse este outro artigo, feito sob medida para os pais e demais adultos que viajam ao lado desses caprichosos passageiros.

 

Leve lanches de casa

Fonte: Auto Mart Blog

Ao levar lanches feitos em casa para serem consumidos durante o passeio, você economiza no no bolso e no tempo

 

Dica ideal para quem está viajando de carro com a família: ao levar lanches feitos em casa para serem consumidos durante o passeio, você economiza no no bolso e no tempo, já que não terá que fazer paradas extras nos inflacionados restaurantes de estrada.

Leve em consideração o valor nutricional daquilo que vai servir para sua família, mas permita uma guloseima de vez em quando. Dessa forma você evita ficar rotulado como o tirano dos hábitos saudáveis.

 

Permita uma refeição livre por dia

Fonte: Health Magazine

O importante é regrar a quantidade de fast-food e sobremesas super calóricas que são consumidas pela família no decorrer do passeio

 

Quando se trata de crianças pequenas, ou adultos que não sabem controlar o açúcar na dieta, a vontade de comer besteiras durante a viagem inteira pode ser um problema.

Tenha em mente que não existem alimentos proibidos no cardápio. O importante é regrar a quantidade de fast-food e sobremesas super calóricas que são consumidas pela família no decorrer do passeio.

Comidas assim não só fazem mal para a saúde quando consumidas em excesso, mas também comprometem o orçamento da viagem por serem altamente viciantes.

 

Agora, uma dica secreta para quem leu até o final: Sabia que você pode se hospedar no Le Jardin por sete dias e pagar por apenas cinco, com check-in em qualquer dia da semana? É só acessar o link abaixo e fazer o seu cadastro.

 

Com informações de Viagens UOL, Sempre Família, Submarino Viagens, Viajando, Momondo, Bebê Abril, Muita Viagem, Viajo com Filhos e Meu Porto Seguro.

Posts relacionados

2017 © HPO Adminstradora de Clubes e Hoteis LTDA – 33.324.195/0002-65

Desenvolvido por