9 de fevereiro de 2018 em Dicas, Diversão, Especiais, Tecnologia, Turismo
629

Nômade Digital: o que é, o que faz e como se tornar um

Alisson Borges

Antes de entrar no assunto propriamente dito, precisamos recorrer a um clichê e ressaltar uma realidade indiscutível: a internet revolucionou a forma como vivemos.

O simples fato de você estar lendo isso na tela do seu dispositivo, seja ele um celular, tablet ou computador, prova a mudança gradativa que ocorre na maneira como buscamos informação, entretenimento e relacionamentos em geral.

Dito isso, te convido a ir além e conhecer as possibilidades que a internet traz para pessoas dispostas a abraçar a vida de nômade digital, um lifestyle desafiador, porém extremamente gratificante.

Ficou interessado? Então aperte o cinto, e vem com a gente!


Seja um cidadão do mundo

Fonte: Twitter
Nômade digital - Homem e mulher conhecendo uma nova cidade

As facilidades de viver em mundo conectado

Nada de bater ponto, nada de contar os dias até o vencimento das férias e nada de obedecer a um cronograma que não condiz com o seu ritmo.

O nômade digital é uma pessoa que ganha a vida oferecendo serviços, como qualquer freelancer que se preze. A diferença é que o nômade não para de viajar pelo mundo enquanto faz isso.

Obviamente, tudo isso é possível graças às facilidades de viver em mundo conectado.

Leve seu escritório com você

Fonte: Skillcrush
Nômade digital - Mulher usando notebook na praia

Você pode trabalhar em qualquer lugar

Gerenciador de mídias sociais, editor de vídeos, redator, analista de sistemas, tradutor, designer gráfico, programador, ilustrador… Sabe o que todas essas profissões têm em comum?

Basta possuir um bom computador (às vezes, nem isso) e uma conexão decente de internet para você conseguir realizar qualquer demanda relacionada a essas carreiras. E olha que eu citei apenas alguns exemplos.

Essa é outra vantagem de viver como nômade digital: você pode continuar atendendo seus clientes e empregadores mesmo estando do outro lado do mundo.

Saiba mais: Viajando e trabalhando ao mesmo tempo

Ama viajar? Que tal trabalhar com isso?

Fonte: Sequence
Nômade digital - Pessoa tirando foto

Dê sua opinião e seja remunerado por isso

Quem já produz conteúdos relacionados a turismo, como blogs, vídeos,  ensaios fotográficos e afins, pode estar deixando passar uma oportunidade incrível. Que tal converter o seu hobby em uma profissão dos sonhos?

Você se surpreenderá com o número de parcerias que é possível construir ao redor do seu amor por viagens. Vale muito a pena conhecer a Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem e se informar mais a respeito.

Zona de Conforto, hasta la vista!

Fonte: Arquivo
Nômade digital - Homem pegando carona

O nômade digital deve estar preparado para qualquer situação inesperada

Falando agora do lado desafiador da vida de nômade digital. Mesmo que você escolha trilhar esse caminho na companhia de alguém, afinal existem muitos casais de nômades atuando mundo afora, é provável que irá passar por algum aperto de vez em quando.

Talvez seja um perrengue na fila de imigração, talvez tenha que lidar com a perda de bagagens ou mesmo a necessidade de se virar em um lugar onde ninguém fala as línguas que você domina.

Sem pânico nessa hora. O nômade digital deve estar preparado para qualquer situação de despreparo. Conselho irônico, eu sei. Mas garanto que fará cada vez mais sentido conforme tempo passa, caso você decida se tornar um desbravador autônomo.

Veja também: As vantagens e desvantagens de ser um nômade digital

Iniciando a jornada

Fonte: PassionRead
Nômade digital - Mulher saltando rumo ao sol

Alguns conselhos pontuais para começar com o pé direito

Animado para sair pelo mundo e se deixar contaminar pelas várias culturas e povos que encontrar em sua trajetória? Isso é ótimo. Confira alguns conselhos pontuais para começar sua vida de nômade digital com o pé direito.

Invista em um bom notebook e celular: não precisam ser de última geração, mas que sejam novos o suficiente para durar bastante tempo.

Forme uma boa carteira de clientes: antes de partir, tenha certeza que existe uma boa quantidade de trabalhos (e com periodicidade, o mais importante) para você conseguir se manter pelos próximos meses.

Trace um roteiro inicial: vai cair direto na Europa ou prefere treinar primeiro na vizinhança latina do nosso país? Faça sua escolha baseada nas línguas que dominam o território e nas facilidades de imigração. Boa sorte.

Posts relacionados

2017 © HPO Adminstradora de Clubes e Hoteis LTDA – 33.324.195/0002-65

Desenvolvido por